EQA: Mercedes-Benz apresenta globalmente o seu primeiro compacto elétrico

A Mercedes-Benz apresentou globalmente esta quarta-feira o novo EQA, o primeiro compacto exclusivamente elétrico da marca alemã. Este é o modelo de entrada de gama da Mercedes-Benz no mundo dos elétricos e um dos seis modelos da gama EQ que a marca pretende lançar até 2022.

De acordo com um comunicado lançado pelo fabricante, “o design dinâmico da sua carroçaria SUV é um indicador do prazer de condução que encontramos ao volante”. Criado com o objetivo de combinar desempenho, preço e time to market, este modelo tem uma relação próxima com o GLA e partilha com ele as suas características, neste caso combinadas com um motor elétrico. Na Alemanha, os preços começam em 47.540 euros.

Este EQA é lançado sob a designação EQA 250 e apresenta um consumo combinado elétrico de 15,7 kWh/100 km, além de anunciar zero emissões de dióxido de carbono. O motor de 190 cv (140kW) antevê uma autonomia de cerca de 426 quilómetros, de acordo com o comunicado global da Mercedes Benz.

A marca alemã anuncia ainda que no futuro seguir-se-ão novas variantes deste modelo para corresponder às expetativas de diferentes consumidores. Estes lançamentos incluirão uma série ainda mais desportiva de tração integral com outputs a partir dos 200 kW e ainda uma versão com o uma autonomia de mais de 500 quilómetros (WLTP). Para a Mercedes-Benz, “a chave para uma maior autonomia não está em baterias ainda maiores, mas sim na melhoria sistemática da eficiência de todos os componentes do veículo”.

O novo EQA inclui um sistema de navegação elétrico inteligente que calcula a rota até ao destino mais depressa, e tendo em conta os tempos de carregamento da bateria. Tendo por base simulações contínuas de autonomia, o sistema antecipa possíveis paragens para recarregamento, bem como outros fatores, nomeadamente a topografia e o estado do tempo. Do mesmo modo, tem a capacidade de reagir dinamicamente a alterações, por exemplo, do trânsito ou do estilo de condução.

Este modelo inclui ainda outras funcionalidades da Mercedes-Benz functions, como o ENERGIZING Comfort e o MBUX (Mercedes-Benz User Experience). 

 

Design

O EQA está equipado com a grelha do radiador “painel preto” com estrela central, uma referência da marca Mercedes-EQ. Outro elemento de design distintivo do mundo dos modelos elétricos da Mercedes-EQ é a contínua faixa de luz nas secções dianteira e traseira. Uma faixa horizontal de fibra ótica liga as luzes diurnas dos faróis full-LED, assegurando um elevado nível de perceção quer durante o dia, quer durante a noite. A qualidade, o detalhe e a precisão do acabamento do interior dos faróis é de elevada qualidade. Os destaques na cor azul nos faróis reforçam a aparência da assinatura Mercedes-EQ. Os farolins traseiros LED estão continuamente unidos através de uma faixa de luz LED, reforçando desta forma a impressão de largura da secção traseira do EQA. A placa de matrícula também foi deslocada para o para-choques. As jantes de liga leve de duas ou três cores são exclusivas neste modelo, estando disponíveis com dimensões de até 20 polegadas, em algumas versões com revestimento na cor ouro rosado ou azul.

Em função da linha de design e de equipamento, uma indicação do carácter elétrico no interior do EQA é o novo elemento de revestimento retroliluminado e o revestimento na cor ouro rosado nas saídas de ventilação, nos bancos e na chave do veículo. O modelo de edição especial Edition 1 inclui adicionalmente bancos em pele perfurada, através da qual pode ser observado um tecido azul. O painel de instrumentos, com os seus ecrãs específicos de um modelo elétrico, apresenta o mesmo esquema de cores com destaques na cor ouro rosado e azul.

A posição dos bancos é elevada e vertical, como é habitual num modelo SUV, e desta forma permite não só um maior conforto durante a entrada e a saída do modelo como também uma boa visibilidade geral para o exterior do veículo. A utilidade prática foi uma das características que mereceu maior destaque durante o desenvolvimento. O encosto do banco traseiro pode ser rebatido na proporção de 40:20:40.

Entre outras funcionalidades incluídas de série destaca-se ainda o assistente ativo de faixa de rodagem e o assistente ativo de travagem. Em várias situações, a finalidade deste último consiste em prevenir uma colisão através da travagem autónoma, ou em atenuar as consequências de uma colisão. O sistema também poderá travar perante veículos parados ou pedestres a atravessar a estrada, a uma velocidade normal de condução em cidade. As funções aperfeiçoadas do Pack de Assistência à Condução incluem, por exemplo, a função de manobra de desvio, a função de corredor de emergência, a função de aviso de saída que alerta o condutor sobre ciclistas ou veículos em aproximação e ainda um aviso quando são detetados pedestres na proximidade de passadeiras.

O EQA também é um autêntico Mercedes no que diz respeito a segurança passiva. Tendo por base a robusta estrutura do GLA, a carroçaria do EQA foi adaptada para cumprir os requisitos particulares de um modelo elétrico. A bateria está instalada numa estrutura construída através de um processo de extrusão. Esta assume uma função estrutural que até agora era desempenhada pelas travessas na secção inferior do piso. Uma proteção da bateria na secção dianteira da mesma consegue evitar que a unidade de armazenamento da bateria seja perfurada por objetos estranhos. O EQA também teve de ser sujeito ao habitual e extenso programa de testes de colisão da marca. Os exigentes requisitos relativamente à bateria e a todos os componentes portadores de corrente elétrica também se aplicam.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...