Variante Delta é 60% mais transmissível do que a Alpha, defende epidemiologista britânico

A variante do coronavírus Delta do SARS-CoV-2, identificada pela primeira vez na Índia, será 60% mais transmissível do que a variante Alpha, que era dominante na Grã-Bretanha, de acordo com um importante epidemiologista do Reino Unido.

Segundo a Reuters, o primeiro-ministro britânico afirmou que a reabertura total do país, agendada para 21 de junho, poderá mesmo vir a ser adiada devido à rápida disseminação desta variante.

Neil Ferguson, do Imperial College London, explicou à imprensa que as estimativas da margem de transmissão da Delta em relação a Alpha diminuíram, com 60% a ser “provavelmente a melhor estimativa”.

O especialista referiu ainda que qualquer terceira vaga de infeções pode rivalizar com a segunda vaga da Grã-Bretanha no inverno – que foi impulsionada pela variante Alpha, identificada pela primeira vez em Kent, sudeste da Inglaterra.

“É bem possível que possamos ver outra terceira vaga, pelo menos comparável em termos de hospitalizações”, disse ele.

“Acho que as mortes provavelmente seriam menores, as vacinas estão a ter um efeito altamente protetor. Ainda assim, pode ser bastante preocupante. Mas há muita incerteza”, continuou.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...