Covid-19: Segundo ano de pandemia pode ser mais difícil que o primeiro, alerta a OMS

O segundo ano da pandemia gerada pela covid-19 pode ser mais difícil do que o primeiro, devido à forma como as novas variantes estão a espalhar-se, especialmente no hemisfério norte, avisou hoje a OMS, citada pela agência Reuters.

Depois de duas semanas onde houve menos casos registados, a semana passada rompeu o padrão e foram contabilizadas cerca de cinco milhões de novas infeções, alertou hoje o boletim epidemiológico da OMS.

Para Mike Ryan, responsável pelo setor das emergências da organização internacional, a explicação para este facto está na “descida das temperaturas nos países do hemisfério Norte”, algo que trouxe consigo “a consequente quebra das defesas imunológicas nos indivíduos deste lado do globo, situação que acabou por coincidir com as datas das férias de inverno”.

Face a isto, Maria Van Kerkhove, líder técnica da OMS para a covid-19, alertou: “Depois das férias, em alguns países a situação vai piorar muito antes de melhorar.”

Já morreram 2 milhões de pessoas em todo o globo, desde o início da pandemia, num total 91,5 milhões de infetados.



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...