Covid-19: Reino Unido avança com medicamentos antivirais

“Sabemos que o programa de vacinação está a fazer uma grande diferença (…), mas ainda não sabemos a extensão até à qual temos proteção”, avisou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, numa conferência de imprensa.

O Governo anunciou a criação de um grupo de trabalho para identificar tratamentos para pacientes que foram expostos à covid-19 para impedir a propagação da infeção e acelerar o tempo de recuperação.

O objetivo é investigar e desenvolver rapidamente os novos medicamentos antivirais na forma de comprimidos para que estejam prontos já no outono.

Na véspera, o Reino Unido tinha registado quatro mortes, mas os dados do fim de semana são repetidamente mais baixos devido ao atraso no processamento.

Entre 14 e 20 de abril, o número de mortes desceu 23,7% e o número de infeções 10,2% relativamente aos sete dias anteriores, sendo a média diária de 27 mortes e 2.476 casos.

O total oficial desde o início da pandemia passou assim para 127.307 óbitos confirmados em 4.393.307 casos.

No total, 33.032.120 pessoas foram imunizadas com uma primeira dose, das quais 10.425.790 já receberam uma segunda dose, administrada com um intervalo de entre três e 12 semanas.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.031.441 mortos no mundo, resultantes de mais de 141,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.951 pessoas dos 831.645 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...