Covid-19: Marcelo diz que Portugal vive “situação invejável” no mundo e que vai “feliz” para a reunião do Infarmed

O Presidente da República disse hoje, à saída da reunião do Grupo de Arraiolos, em Roma, que a situação de Portugal no que diz respeito à taxa de vacinação contra a covid-19 e ao controlo da pandemia distingue-se pela positiva em relação aos outros países.

Sobre a reunião entre líderes políticos e o Infarmed, agendada para amanhã, Marcelo Rebelo de Sousa revelou entusiasmo e optimismo. “Sinto-me feliz porque vou para uma reunião do Infarmed com a melhor situação do último ano e meio. Eu ia sempre com o coração pequeno, e às vezes pequeníssimo para as reuniões do Infarmed”.

“Desta vez já se vai discutir que abertura: muita abertura, ampla abertura, não ampla abertura, parece outro mundo, mesmo quando ouvimos os meus colegas aqui [chefes de estado], nenhum deles falava nestes termos”, sublinhou.

O Presidente da República revelou ainda que, durante a reunião do Grupo de Arraiolos, “houve chefes de Estado, que eles próprios falaram das suas situações, dizendo que ficaram aquém daquilo que gostariam e a nossa situação é invejável.”

“Mesmo países com taxas de vacinação muito altas, e dou o exemplo da Áustria, falaram em percentagens muito inferiores à nossa”, sublinhou. “Outros não falaram sequer, porque a percentagem era muitíssimo mais baixa e todos perguntavam ‘mas como é que é possível Portugal ter estado, aparentemente visto de fora, tão mal, e que agora esteja tão bem’. E eu disse: ‘bom, tudo isso é relativo. Todos os países tiveram altos e baixos, mas há uma coisa que não é relativa: a vacinação fez a diferença.”

“A partir do momento em entrou a vacinação em massa, foi também em massa que se deu o começo da mudança”, defendeu.

Recorde-se que Portugal é agora o país com maior taxa de pessoas totalmente vacinadas contra a Covid-19, em todo o mundo, segundo os dados do ‘Our World in Data’.

Ler Mais


Comentários
Loading...