Covid-19: Pfizer está a estudar tratamento que impede desenvolvimento da doença mesmo após exposição ao vírus

A Pfizer está a investigar um medicamento antiviral oral que pode prevenir o desenvolvimento da Covid-19 mesmo após a pessoa ter sido exposta ao vírus, anunciou a empresa esta segunda-feira.

A farmacêutica adiantou que está a dar início a um ensaio clínico de estágio intermediário a avançado para testar se este medicamento consegue prevenir a infeção por Covid-19 em 2.660 adultos saudáveis que vivem na mesma casa que alguém com infecção sintomática confirmada.

O estudo testará a segurança e eficácia do comprimido com ritonavir, outro antiviral amplamente usado para tratar o HIV.

Um terço das pessoas que vão participar no estudo receberá um placebo, enquanto as restantes receberão uma dose do medicamento duas vezes por dia durante cinco ou 10 dias, explica a Forbes.

Embora existam várias vacinas eficazes e seguras para prevenir a Covid-19, existem poucos medicamentos para tratar as pessoas que já contraíram ou foram expostas ao vírus.

Os medicamentos atuais, como os corticosteróides, tendem a direcionar a resposta do corpo à infecção, não ao vírus, e aqueles que realmente têm como alvo o vírus são caros, escassos e têm de ser administrados por via intravenosa em ambiente hospitalar.

Uma terapia oral pode ajudar a eliminar muitas das barreiras ao tratamento e ajudar a manter as pessoas fora dos hospitais.

Há ainda vacinas de Covid-19 orais e nasais também em desenvolvimento. Além de reduzir o equipamento, as vacinas sem agulhas ajudariam a eliminar muitas das barreiras que impedem a imunização generalizada em todo o mundo.

Ler Mais


Comentários
Loading...