Covid-19: Moderna avança com investigação depois de “um número de reações alérgicas superior ao normal”

A farmacêutica Moderna anunciou que irá começar uma investigação, depois de ter recebido um relatório do departamento de saúde da Califórnia que relatou várias e sistemáticas reações alérgicas à vacina, num centro de saúde em San Diego, revela a Reuters.

“Foi detetado um número de reações alérgicas superior ao normal, depois da administração de várias doses provenientes de um lote determinado da vacina contra a covid-19. Várias pessoas necessitaram de assistência médica durante o período de 24 horas”, afirmou a epidemiologista responsável pelo Estado da Califórnia, Erica S. Pan, que deu ordens no sentido de que, a partir de agora, “não se deve administrar mais vacinas a partir deste lote”.

A Moderna diz não ter conhecimento de casos comparáveis ​​de efeitos adversos noutros centros de vacinação dos EUA e avisou que, face à situação, 307.300 doses do pacote em questão permanecerão em armazenamento.

Quase um milhão de doses deste lote já foram distribuídas por cerca de 1.700 postos de vacinação em 37 Estados dos EUA.

A farmacêutica está agora, em colaboração com os reguladores norte-americanos, a tentar perceber o que se passou.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...