Covid-19: Madeira alivia restrições mas ainda não é a “libertação” total

A Madeira passou hoje a estar em situação de alerta desde as 00h00, segundo uma resolução aprovada na reunião de Conselho de Governo de ontem, que institui o alívio de várias restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

Estas são as principais alterações:

  • Fim do dever geral de recolhimento domiciliário no período noturno, deixando de existir interdição de circulação na via pública;
  • Uso de máscara mantém-se obrigatório nos espaços fechados;
  • Estabelecimentos comerciais deixam de ter restrições nos horários de funcionamento, incluindo restauração, lojas, setor industrial, casinos e hotelaria;
  • Os eventos em espaços fechados, sejam culturais ou artísticos, obrigam à realização de teste quando o número de participantes for superior a 100, mesmo que sejam portadores de certificado digital de vacinação;
  • Os eventos em espaços exteriores, sejam culturais ou artísticos, obrigam à realização de teste quando o número de participantes for superior a 500A, mesmo que sejam portadores de certificado digital de vacinação;
  • As regras dos eventos aplicam-se também a celebrações como casamentos, baptizados, festas de finalistas ou outras reuniões familiares;
  • Bares e discotecas podem funcionar sem restrições, desde que os clientes tenham certificado digital Covid
  • Os visitantes de lares e centros de acolhimentos de jovens podem fazer visitas sem restrições desde que tenham teste negativo à Covid-19 realizado até 48 horas antes da visita;
  • Passa a ser autorizado o uso de balneários, vestiários e duches de instalações desportivas sem restrições


Comentários
Loading...