Covid-19: Incidência na região de Lisboa já começou a abrandar

A ministra do Estado e da Presidência salientou o ligeiro recuou na incidência na região de Lisboa e Vale do Tejo, que tem liderado o número de casos diários por covid-19.

“Nós temos uma situação em que a incidência continua a crescer, mas o ritmo é hoje menor do que já foi. Na matriz de risco, já nos encontrámos em zonas em que o vermelho era mais escuro. Mas se estamos numa situação de alívio? Claro que não”, disse Mariana Vieira da Silva.

“O facto de não crescermos tanto é um bom sinal” e um “sinal de que é possível inverter esse caminho”, explicou.

O boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção Geral de Saúde (DGS) dá conta de mais 3.622 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, em Portugal. Nas últimas 24 horas, registaram-se também mais 16 vítimas mortais associadas à Covid-19, o número mais alto desde fevereiro.

A análise à distribuição geográfica dos novos casos confirmados mostra que a região de Lisboa e Vale do Tejo volta a inspirar mais cuidados, já que responde por 1.606 diagnósticos positivos contabilizados nas últimas 24 horas. No total são já 369.171. Contabilizam-se ainda mais nove mortes do total de 16.

O Norte por seu turno, conta com mais 1.314 pessoas infetadas e quatro mortes. Segue-se o Algarve com mais 335 casos e dois óbitos; o Centro com mais 218 novos casos e uma morte; o Alentejo a reportar mais 71 infeções e os arquipélagos dos Açores e da Madeira com mais 45 e 33 casos, respetivamente.

Ler Mais




Comentários
Loading...