Covid-19: Há um concelho em Portugal com mais de cinco mil casos

Às segundas-feiras, a Direção-Geral de Saúde (DGS) atualiza, no seu boletim de saúde sobre a covid-19, a incidência acumulada de casos da doença a 14 dias. E, desta feita, contempla o período compreendido entre os dias 30 de dezembro e 12 de janeiro.

A DGS divide os concelhos em sete níveis de incidência, consoante o número de casos e o risco de representam: Abaixo de 20,0; entre 20,0 e 59,9; entre 60,0 e 119,9; entre 120,0 e 239,9; entre 240,0 e 479,9; entre 480 e 959,9 e, por último, acima de 960.

No nível mais elevado encontram-se atualmente 155 municípios, um número que quase triplica face aos 57 da semana passada, disparando em reflexo do aumento dos contágios. Deste total, um tem mais de cinco mil casos; dois têm mais de quatro mil e cinco têm mais de três mil. Os restantes dividem-se entre dois mil e mil infeções a 14 dias.

Nas tabelas é possível observar que o concelho com a taxa de incidência a 14 dias mais elevada atualmente é Cuba na região do Alentejo, a registar 5.658 infeções a 14 dias. Segue-se Mêda com 4.600 infeções; Figueira de Castelo Rodrigo, com 4.208, Fornos de Algodres com 3.887, Miranda do Douro a registar 3.499, Borba com 3.225, Vila Nova de Poiares com 3.228 e Nisa com 3.003.

No lado oposto, com incidência mais baixa estão seis, menos um do que na semana passada, na sua grande maioria municípios situados nas ilhas dos Açores, como é o caso do Corvo, Lajes das Flores, Santa Cruz das Flores e Madalena, todos com zero casos.

Consulte aqui a lista completa com a incidência a 14 dias por município:





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...