Covid-19: Costa fecha todos os estabelecimentos de ensino por 15 dias

É oficial: António Costa anunciou o fecho de todos os estabelecimentos de ensino (escolas e universidades) já a partir de amanhã, após a reunião do Conselho de Ministros que decorreu por videoconferência ao longo de várias horas.

“Manda o princípio da precaução interromper toda a atividade letiva durante os próximos 15 dias, interrupção essa compensada através de calendário escolar da forma que o ministro da Educação irá ajustar com o Conselho de Diretores de Escolas, alargando o período escolar presencial a outros dedicados a férias”, afirmou.

Ao mesmo tempo, o primeiro-ministro anunciou ainda o encerramento das Lojas do Cidadão, mantendo-se apenas o atendimento por marcação nos outros serviços públicos.

Além disso, “são suspensos os prazos dos processos não urgentes nos tribunais”, informou.

Por outro lado, António Costa revelou que permanecem abertos “os espaços de apoio a crianças do ensino especial” e é ainda “assegurado o apoio alimentar a crianças que beneficiam de ajuda da ação social”. No que diz respeito à possibilidade de ensino à distância, o primeiro-ministro admitiu não avançar para essa realidade porque espera que o fecho agora ditado não se torne necessário para lá do prazo de 15 dias definido.

As decisões surgem depois da reavaliação feita à subida dos números de mortos e infetados com covid-19 e após um coro de pedidos nesse sentido, vindas de diferentes quadrantes.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...