Costa confirma travão no desconfinamento na capital: “Não é por ser Lisboa que será tratada de maneira diferente”

O primeiro-ministro, António Costa, confirmou hoje, na chegada à Madeira, que Lisboa vai mesmo travar no processo de desconfinamento

António Costa ressalvou que não há excepções entre os diferentes concelhos do país. “Temos uma matriz de risco e os passos serão dados de acordo posição de cada concelho na matriz de risco. Isso tem de ser aplicado sem excepções. Não é por ser Lisboa que será tratado de maneira diferente do resto do país”, disse.

Já ontem o presidente da Câmara de Lisboa tinha anunciado este travão. “Lisboa não está em condições de fazer esse avanço”, disse Fernando Medina durante o habitual espaço de comentário na TVI24.

Fernando Medina considerou que a cidade “está numa situação que não é fácil”, uma vez que “o número de casos excedeu o patamar dos 120 [contágios por 100.000 habitantes]”.

Recorde-se que na semana passada foram anunciadas restrições, tendo em conta também a densidade dos concelhos:

Concelhos com 2 semanas acima dos 120 casos por 100 mil habitantes (ou 240 em concelhos de baixa densidade)

  • Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam
  • Restaurantes, cafés e pastelarias até às 22h30
  • Espetáculos culturais com os mesmos horários da restauração
  • Comércio a retalho até às 21h00

Concelhos com 2 semanas acima dos 240 casos por 100 mil habitantes (ou 480 em concelhos de baixa densidade)

  • Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam
  • Restaurantes, cafés e pastelarias até às 22h30 ou até às 15h30 ao fim-de-semana e feriados
  • Casamentos e batizados com 25% da lotação
  • Espetáculos culturais com os mesmos horários da restauração
Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...