Cientistas descobrem mais de 30 vírus no gelo. Maioria nunca tinham sido vistos

Um grupo de cientistas descobriu vários vírus em duas amostras de gelo retiradas recolhidas na China. A maioria destes vírus é diferente de tudo que já foi visto antes pela Ciência.

As descobertas, publicadas no jornal Microbiome , surgiram de amostras de gelo recolhidas em 2015, de zonas que começaram a congelar há pelo menos 14.400 anos.

Quando os investigadores analisaram o gelo, encontraram códigos genéticos para 33 vírus. Dos 33, os códigos genéticos de quatro deles revelaram que fazem parte de famílias de vírus que normalmente infectam bactérias. Destes, 28 são vírus desconhecidos, nunca vistos antes.

“Estes são vírus que prosperam em ambientes extremos”, explicou Matthew Sullivan, co-autor do estudo e diretor do Centro de Ciência de Microbiologia do Estado de Ohio. “Estes vírus têm assinaturas de genes que os ajudam a infetar células em ambientes frios”, revelando como “um vírus é capaz de sobreviver em condições extremas.”

“Estes blocos gelados foram sendo formados gradualmente e, juntamente com a poeira e os gases, muitos, muitos vírus também foram depositados naquele gelo”, explicou Zhi-Ping Zhong, principal autor e investigador do Centro de Pesquisa Polar e Climática Byrd da Universidade de Ohio, citado pelo USA Today.

“Os blocos gelados no oeste da China não são bem estudados e o nosso objetivo é usar estas informações para refletir sobre o ambiente no passado. E os vírus fazem parte desse ambiente”, explica.

O grupo não acredita que os vírus tenham tido origem em animais ou humanos, mas sim do solo ou das plantas e que cerca de metade deles sobreviveu graças ao gelo.

Este estudo ajuda os investigadores a entender como respondem os vírus às alterações climáticas. “Sabemos muito pouco sobre vírus e micróbios nestes ambientes extremos”, disse outro dos autores do estudo.

Ler Mais




Comentários
Loading...