China com recorde de exportações em 2020

A China já superou todas as grandes economias globais desde que a pandemia de covid-19 se generalizou. Em 2020, aquela que é a segunda maior economia do mundo teve um excedente comercial global de 78 mil milhões de dólares em dezembro, de acordo com dados oficiais da alfândega divulgados esta quinta-feira. O excedente chinês em termos anuais atinge um valor recorde de 535 mil milhões de dólares, mais 27% do que em 2019. E as exportações nunca estiveram tão altas.

“No meio de todo o ruído de desglobalização, de alguma forma inesperadamente, aprofundaram-se as diferenças entre a China e o resto do mundo”, escreve Larry Hu, economista chinês da Macquarie Capital num relatório recente.

Já Louis Kuijs, economista na Oxford Economics, atribui os ganhos da China à gestão que aquele país fez da pandemia que partiu da cidade de Wuhan há cerca de uma ano. Além disso, este especialista afirmou que a China beneficiou da explosão da procura por equipamentos de proteção individual e por equipamentos eletrónicos, numa altura em que grande parte do mundo estava a trabalhar em casa. “Depois de recuperar da sua crise interna devido à covid-19, a China reabriu numa altura em que a pandemia motivou uma grande procura de bens relacionado com o vírus por parte dos Estados Unidos e de outros países”, disse o economista à CNN.

Entretanto, as relações comerciais entre a China e os Estados Unidos tornaram-se ainda mais desequilibradas, com o excedente comercial de Beijing face a Washington a atingir os 317 mil milhões de dólares em 2020, um crescimento de 7% em comparação com o ano anterior.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...