EUA: Campeão olímpico de natação Klete Keller acusado de invasão ao Capitólio

Klete Keller, campeão olímpico de natação, foi esta quarta-feira identificado como sendo um dos presentes entre a multidão pró-Trump que invadiu o Capitólio na semana passada. Um tribunal de Washington acusou-o de entrar em área restrita, conduta desordeira em edifício público e comparticipação no impedimento voluntário da aplicação da Lei, segundo revela o diário The Guardian.

O atleta de 38 anos ganhou duas medalhas de ouro enquanto foi companheiro de equipa de Michael Phelps nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008. Um porta-voz da Federação de Natação dos EUA deixou críticas ao comportamento de Keller, afirmando ao jornal britânico: “Respeitamos os direitos de indivíduos e grupos privados de protestarem pacificamente, mas de forma alguma toleramos as ações como as que foram tomadas no Capitólio na semana passada.”

“Condeno veementemente as ações no Capitólio dos Estados Unidos, porque não representam os valores do nosso país ou das nossas equipas olímpicas”, declarou a responsável pelo Comité Olímpico e Paraolímpico dos EUA, Sarah Hirshland,

O Guardian recorda como, nos últimos anos, Keller passou por grandes dificuldades para se adaptar após o fim da sua carreira desportiva. Recentemente trabalhou como agente imobiliário na Hoff & Leigh, empresa que anunciou esta semana o despedimento do antigo atleta, então ainda em função das suspeitas de ter participado invasão ao Capitólio.

Cinco pessoas, incluindo dois polícias, foram mortos durante a invasão ao Capitólio por manifestantes pró-Trump no passado dia 6. Donald Trump já rejeitou as acusações de incitamento à violência, devido ao seu discurso que antecedeu os atos de violência. A Câmara dos Representantes aprovou ontem o ‘impeachment’ contra o ainda ocupante da Casa Branca por incentivo a atos de insurreição.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...