BYD arranca com plano de expansão geográfica

A chinesa BYD quer expandir-se para fora da sua geografia e, com esse objetivo, anunciou um acordo de longo prazo com a Nexport para criar uma unidade de pesquisa e desenvolvimento, bem como de distribuição de veículos elétricos de passageiros, na Austrália e na Nova Zelândia. Esta é a primeira vez que o fabricante chinês avança para um projeto fora do seu território, embora também já tenha anunciado estar a começar o processo de vendas dos seus carros elétricos na Europa, com começo na Noruega.

Na Austrália e na Nova Zelândia, as pré-vendas deverão começar em julho de 2021, e as vendas no final do ano ou no início de 2022. Em princípio, serão quatro os modelos comercializados naqueles países, todos elétricos ou híbridos plug-in: o Han, o Song, o Qin e o Tang.

Mas, ao contrário do que é habitual, a BYD tenciona adotar um sistema de venda direta na Austrália e na Nova Zelândia, sem recorrer a uma rede de concessionários. De notar que na Austrália, as vendas de novos veículos elétricos não atingem ainda 1% de quota de mercado.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...