Bruxelas com mais nove mil milhões de euros para apoio a trabalhadores e emprego através do SURE

A Comissão Europeia “emitiu, ao abrigo do instrumento SURE da UE, obrigações numa única tranche no valor de nove mil milhões de euros”, com vencimento em junho de 2036, verba que será destinada “a proteger o emprego e os trabalhadores e atenuar as gravíssimas consequências socioeconómicas da pandemia de coronavírus”.

Conforme revela a representação europeia em Portugal, “trata-se da quinta emissão de obrigações ao abrigo deste instrumento e da segunda em 2021. As obrigações suscitaram um forte interesse por parte dos investidores, o que permitiu à Comissão obter, uma vez mais, condições de preço muito favoráveis, que estão a repercutir-se diretamente nos Estados-Membros”. Assim, “a procura das obrigações a 15 anos foi quase 10 vezes superior à oferta”.

A representação da Comissão em solo português “propôs uma ajuda financeira de 90,6 mil milhões de euros a 19 Estados-membros”. Deste modo, “na sequência das quatro primeiras emissões de obrigações SURE, a Comissão atribuiu um montante total de 53,5 mil milhões de euros a 15 Estados-membros: Itália, Espanha, Polónia, Grécia, Croácia, Lituânia, Chipre, Eslovénia, Malta, Letónia, Bélgica, Roménia, Hungria, Portugal e Eslováquia”.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...