Boris Johnson instado a revelar se deu aval à Super Liga antes do anúncio oficial

O primeiro-ministro inglês, Boris Johnson, está a ser pressionado para revelar se o projeto da Super Liga europeia recebeu o seu aval, visto que esteve presente numa reunião com o CEO do Manchester United, Ed Woodward, em vésperas do anúncio oficial da nova competição, segundo o Guardian.

O governante opôs-se publicamente de forma categórica à prova fundada por 12 dos maiores clubes europeus de futebol, entre os quais seis da Premier League, tendo inclusive classificado o plano como um “cartel”.

Apesar de Johnson assegurar que teve conhecimento do projeto em simultâneo a todas as outras pessoas, foi mais tarde confrontado com a notícia do alegado encontro com o então diretor-geral dos red devils.

Ao que tudo indica, Ed Woodward foi recebido em Downing Street por Dan Rosenfield, chefe de gabinete do primeiro-ministro, tendo fontes governamentais garantido que o primeiro-ministro manteve apenas uma breve conversa com o dirigente desportivo.

De acordo com o Sunday Times, o CEO do Manchester United terá saído da reunião com a impressão de que Johnson era favorável à Super Liga.

O Partido Trabalhista exige agora esclarecimentos sobre a situação.

“As pessoas têm o direito de saber o que é que foi exatamente prometido ao Manchester United” por Boris Johnson, defendeu Jo Stevens, membro do parlamento pela oposição.

Recorde-se que o primeiro-ministro britânico anunciou, antes de a competição ter sido suspensa, a possibilidade da criação de uma “bomba legislativa” para bloquear o plano dos 12 clubes fundadores da prova.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...