Bateria de grafeno vai ser utilizada num modelo de produção

GAC Aion V é o nome do primeiro carro com bateria de grafeno a ser produzido em série. O modelo chinês deverá entrar em produção já em setembro e recorre ao grafeno na bateria para criar células de carregamento super rápidas.

A utilização de grafeno na produção de baterias é um assunto debatido há muito tempo porque este material é considerado um melhor condutor elétrico do que o cobre, além de ser cerca de 200 vezes mais resistente do que o aço e seis vezes mais leve. Estas propriedades fazem do grafeno um material muito interessante para a produção de baterias porque tem uma grande capacidade de armazenamento de energia, ao mesmo tempo que não aumenta o peso da bateria. De acordo com o GAC, a bateria que vai equipar o Aion V poderá ser carregada até aos 80% da sua capacidade em apenas oito minutos.

O grande problema da utilização de grafeno em baterias é o custo, visto que vale algumas centenas de dólares por grama. Mesmo assim, o GAC não é o único grupo do sector automóvel interessado neste material, dado que a Tesla também já foi referida algumas vezes relativamente a este assunto. Antes de 2019, chegou a especular-se que Elon Musk iria apostar nas baterias a grafeno para duplicar a autonomia dos seus carros elétricos, mas de lá para cá, nunca mais houve novidades sobre esta matéria.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...