“Aumentou a Bélgica e diminuiu a França”. Agricultor moveu pedra para passar trator e, sem querer, alterou fronteira

A fronteira entre a França e Bélgica terá sido alterada depois de um agricultor francês ter movido uma pedra com mais de 200 anos que delimitava os dois territórios, de acordo com o ‘The Guardian’.

A questão foi levantada por um historiador amador que, durante um passeio pela vila belga de Erquelinnes, na região da Valónia, constatou que a pedra tinha sido deslocada 2,29 metros.

David Lavaux, mayor de Erquelinnes, reagiu à descoberta com entusiasmo, embora defenda que é importante não “criar um incidente diplomático” e que, legalmente, o agricultor deveria ter mover a pedra para a posição inicial.

“Fiquei feliz, a minha cidade ficou maior. Mas o presidente Bousignies-sur-Roc não concordou”, referiu.

A questão está agora nas mãos do agricultor, que deverá deslocar a pedra de novo para o limite anterior. Caso não cumpra, o Ministério dos Negócios Estrangeiros será chamado a intervir, tendo de convocar uma comissão franco-belga de fronteira, cuja última reunião remonta a 1930, de forma a resolver a delimitação exata.

“Se o agricultor mostrar boa vontade, não terá problemas. Resolveremos esta questão amigavelmente”, referiu o governante.

O homem de nacionalidade francesa poderá teoricamente enfrentar acusações criminais por ter movido a pedra que demarca a fronteira entre os dois países, depois de Napoleão ter saído derrotado da batalha de Waterloo, em 1815.

A fronteira franco-belga, que se estende por 390 milhas (620 km), foi formalmente estabelecida aquando do Tratado de Kortrijk de 1820.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...