Afeganistão: “Voltem com dinheiro, não armas”. O apelo de um líder talibã aos ocidentais

O novo governador da região afegã de Helmand, Talib Mawlawi, e que combateu durante anos contra as forças ocidentais, disse que o tempo de luta acabou e que a paz está reposta no país. No entanto, recebeu a equipa do jornal The Guardian, com uma metralhadora em cima da secretária do seu gabinete.

“Enfrentámo-nos em combate, não nos conhecemos em tempos normais”, disse Talib Mawlawi ao jornal britânico. “Agora, podem conquistar os nossos corações e fazer-nos felizes ao reconhecer este governo”, acrescentou.

Os combates em Lashkar Gar, capital de Helmand, pararam agora que o grupo radical está no comando, mas a cidade está, como o resto do país, à beira do colapso financeiro.

“Todos aqueles países estrangeiros invadiram e mataram as nossas mulheres, os nossos filhos e os nossos idosos, e destruíram tudo”, afirmou o governador talibã, defendendo agora que a comunidade internacional ajude o país.

“A comunidade internacional ajuda os países que contam com o apoio dos seus civis. Trouxemos segurança e contamos com o apoio do nosso povo e por isso devem ajudar-nos e reconhecer o nosso governo ”, defendeu.

“A nossa última mensagem para todos os países da NATO é: nós ajudámo-los. Deveriam estar gratos por lhes termos dado a hipótese de partirem pacificamente, poderíamos tê-los impedido para que não pudessem ir embora sem combater. E devem reconhecer o nosso governo.”

Ler Mais


Comentários
Loading...