São todos precisos para salvar o planeta: 10 ideias, pessoas e empresas que dão esperança

Se há conclusão que se pode tirar da multiplicidade de debates organizados em torno das alterações climáticas é que o problema é de todos. Governos, empresas e sociedade em geral têm de se unir para salvar o planeta, contribuindo com novas soluções, mas também com o cumprimento das metas estabelecidas: cada um tem de fazer a sua parte.

E, segundo a Fast Company, há motivos para ter esperança. De acordo com esta publicação norte-americana, há várias organizações, pessoas e ideias que podem garantir a continuidade da Terra e da Humanidade. Mas, atenção, não há truques de magia: dificilmente, será inventada uma máquina que retire todo o carbono da atmosfera e que permita que os comportamentos atuais se mantenham. Mudança é mesmo a palavra de ordem.

Olhando para a lista elaborada pela Fast Company, estas são 10 das iniciativas mais entusiasmantes e que representam uma luz ao fundo do túnel:

1 – A Siemens Gamesa desenvolveu uma turbina eólica que pode ser reciclada, depois de desconstruída e reduzida aos seus materiais-base;

2 – A Clearloop, por seu turno, ajuda a construir “quintas” de painéis solares em regiões onde não é fácil fazê-lo. Desta forma, a energia fotovoltaica torna-se mais inclusiva, uma vez que poderá ser captada em qualquer local;

3 – A indústria de transporte marinho, no seu turno, está a repensar a forma como atua, com o objetivo de passar de um dos maiores poluentes a nível mundial para uma atividade neutra em carbono. Hidrogénio será um dos elementos-chave;

4 – Há também esperança na robótica: a Phykos está a construir quintas de algas marinhas que são como florestas nos oceanos, ou seja, captam carbono da atmosfera, tal como as árvores;

5 – Andar para alimentar uma casa é outra ideia já em desenvolvimento. Segundo a Fast Company, será possível gerar energia simplesmente através de passos no chão de madeira. A intenção será remodelar por completo o design dos edifícios, tornando-os mais eficientes;

6 – As cidades têm muitos telhados e terraços, por isso, que tal aproveitá-los da melhor forma? Há pelo menos 100 formas diferentes de tornar estes espaços ecológicos – desde hortas a pequenos alojamentos;

7 – Cada vez mais empresas estão a investir em novas soluções inspiradas pela economia circular. Querem reduzir o desperdício alimentar e transformar excedentes em novos produtos, como acontece com o pão de cerveja, por exemplo;

8 – Está em curso uma iniciativa de reflorestação que envolve a plantação de 40 mil árvores com a ajuda de drones: sim, os robôs poderão ajudar a criar novas florestas. Até 2028, o plano é que tenham plantado mil milhões de árvores;

9 – Ainda na robótica, estão a ser criados robôs que limpam praias. Os BeBot são capazes de detetar pequenas partículas de plástico que escapam ao olho humano e que poderão ser mais difíceis de recolher à mão;

10 – Tornar os microplásticos biodegradáveis é outra das ideias que oferece alguma esperança. A startup Calyxia está a desenvolver cápsulas que poderão ser usadas para detergentes de roupa ou para a agricultura e que representam uma evolução em relação aos microplásticos que demoram milhões de anos para se desintegrarem.

Ler Mais


Comentários
Loading...