Vai passar o Natal sozinho? Estas dicas prometem ajudar a que se sinta melhor

Devido ao pouco provável abrandamento da pandemia, a verdade é que esta Natal terá que ser forçosamente diferente. Muitas famílias estão neste momento a ter que tomar decisões difíceis relativamente à forma como irão festejar esta quadra festiva.

A vacina não chegará certamente a tempo de “salvar” o Natal. Isto significa que as medidas de distanciamento social e uso de máscara terão que continuar a ser cumpridas durante os próximos meses. Não será possível reunir toda a família numa só casa, como antigamente. O risco é simplesmente grande demais.

[Leia também: Sabe quais são as melhores (novas) canções de Natal? Eis 5 faixas de 2019 que deve acrescentar à sua lista]

De forma a que possam existir no futuro outras celebrações em família é provável que muitos terão que passar o mês de dezembro mais isolados. Esta é uma situação extremamente difícil que pode ter consequências emocionais negativas.

Como podemos então cuidar da nossa saúde social durante este período? Como podemos mantar a conexão com os outro no Natal quando não podemos estar perto fisicamente. Eis algumas dicas que podem ajudar, de acordo com o portal Psychology Today.

 

  1. Identifique e aceite a forma como as circunstâncias o estão a fazer sentir

Sente-se sozinho? Frustrado? Exausto ou depressivo? Isto são tudo respostas naturais e válidas. Esta é uma situação incrivelmente difícil pelo que é importante que tenha permissão para sentir as emoções mais negativas. Alguns dias serão mais difíceis do que outros. Poderá ser útil consultar um terapeuta com quem possa discutir este momento mais desafiante.

 

  1. Mude a perspetiva, concentre-se nas oportunidades

A conexão humana continuará a ser diferente até que a pandemia seja completamente ultrapassada. Ao invés de desejar que a realidade fosse diferente, o melhor é aceitar e ajustar as suas expectativas. Assuma um espirito mais criativo e procure fazer o melhor possível dadas as circunstâncias. Encontre soluções alternativas e tecnológicas para fazer face as dificuldades criadas pelo distanciamento social.

 

  1. Fortaleça a relação consigo mesmo

Para nos conectarmos com os outros de uma forma saudável e adequada é determinante possuirmos uma boa base. A relação que estabelecemos conosco próprios é essencial pelo que deve aproveitar este período para a fortalecer. Pratique uma maior autocompaixão, cuide ativamente do seu bem-estar. A meditação pode ser útil neste processo, conseguindo ajudar a reduzir a sua ansiedade.

 

  1. Crie uma rotina de conexão

Considere este aspecto da sua vida como uma sessão de exercício. Crie um regime saudável de interação social que consiga proteger o seu bem-estar emocional. Defina regras, como por exemplo ligar todos os dias a alguém via telefone. Fazer uma videochamada 3 vezes por semana. Enviar e-mails a um certo contacto. Estas são formas de conexão virtual que vão alimentado o nosso desejo de contacto social. Pode parecer algo artificial e forçado, mas criar um regime bem definido pode ser bastante útil e eficaz para garantir que se sente melhor.

 

  1. Cultivar e expressar gratidão

A quadra natalícia é época perfeita para partilhar com a família e amigos tudo aquilo que nos faz sentir gratos. Expressar este tipo de apreciações pode ser incrivelmente útil para aprofundar as relações sociais que estabelecemos com outras pessoas, demonstrando exatamente o quão importantes elas são para nós. Aproveite este período para, por exemplo, escrever uma carta a algumas pessoas especiais, na qual coloque por escrito os seus sentimentos. Seja a um antigo professor que o influenciou fortemente, a um amigo de longa-data com quem não está frequentemente ou simplesmente a um colega com quem goste de trabalhar. Este tipo de demonstração genuína irá ser capaz de o fazer – e aos outros – sentir melhor.

 

 

[Leia também: Planear o Natal em tempos de Covid-19? Eis 5 questões que deve considerar]

 



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...