Teletrabalho. Estes são os skills emocionais que precisa (mesmo) de dominar

O trabalho remoto é agora uma realidade para milhões de portugueses. Apesar de esta ser já uma tendência crescente no mundo do trabalho nos últimos anos, a verdade é que a pandemia acelerou tremendamente esta transição. Mais do que nunca as pessoas têm agora que se adaptar ao teletrabalho.

Tudo isto é possível graças as ferramentas tecnológicas que temos à nossa disposição. Serviços como o Zoom, Skype ou Teams permitem estabelecer um contacto constante com outros colegas e equipas de trabalho. No entanto nem todas as pessoas se adaptam naturalmente a esta nova dinâmica de trabalho.

[Leia também: Teletrabalho. Cinco hábitos que prometem estimular a sua motivação e produtividade]

A falta de contacto presencial pode prejudicar alguma da compreensão e comunicação não-verbal. Estes é um aspeto essencial da nossa socialização que fica fragilizado sempre que falamos com alguém via webcam. Torna-se assim fundamental que procure apurar alguns dos principais skills associados à inteligência emocional.

Eis alguns exemplos deste tipo de qualidades que são mais procurados pelos recrutadores atualmente.

 

  1. Confiança

A confiança funciona como o nosso oxigénio em contexto de trabalho. Não conseguimos estar bem e ser produtivos sem ela. A distância física obriga as equipas de trabalho a fortalecer este elemento. Todos têm que demonstrar que estão disponíveis para enfrentar as tarefas e que, apesar de estarem em casa, continuam comprometidos com os objetivos e horários de trabalho. Deverá ser capaz de ganhar a confiança das suas chefias e demonstrar a disponibilidade para se responsabilizar por novas tarefas ou desafios.

 

  1. Autoconsciência

É fundamental que seja capaz de regular adequadamente a sua disposição emocional. A interação via Zoom torna bem mais complicado algumas situações em que podemos demonstrar emoções mais negativas, raiva ou frustração. A verdade é que não temos a mesma facilidade de perceber que exagerámos e oferecer, de seguida, um aperto de mão a um colega ou chefe. Manter a calma é essencial. Deverá ser capaz de transmitir tranquilidade e relaxamento nas suas videochamadas.

 

  1. Empatia

Um recente inquérito realizado pelo serviço Slack revelou que quase metade das pessoas que trabalham remotamente se sentem isoladas. Esta é apenas mais uma evidência que demonstra a importância de conseguirmos transmitir “calor” e empatia aos nossos colegas de trabalho. Todos estamos sob maior stress e ansiedade pelo que é necessária uma maior compreensão. Já não existem os “bons dias” no corredor ou os acenos, temos assim que encontrar outras formas de expressar a nossa humanidade. Seja capaz de demonstrar interesse pelo bem-estar dos outros. Faça perguntas e deixe revelar os seus sentimentos ou preocupações.

 

  1. Comunicação

As palavras são “agentes poderosos” que podem ser usados para o bem e para o mal. Podem ser lembradas para todo o sempre, pelo que nunca é demais relembrar a importância de escolher bem as palavras que usa e a forma como articula o seu discurso. As dificuldades técnicas associadas às videochamadas tornam ainda mais essencial este skill. Apesar de todas as contrariedades deve ser sempre capaz de expressar eficazmente as suas ideias. Os recrutadores vão estar particularmente atento à sua capacidade de ouvir e de responder adequadamente.

 

 

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...