Podem estas 3 formas (eficazes) de expressar emoções positivas reduzir a ansiedade?

Vivemos atualmente tempos incertos. Apesar da chegada das vacinas, a verdade é que a pandemia está ainda fora de controlo. Um novo confinamento aproxima-se e muitos são aqueles que começam já a sofrer com uma maior ansiedade.

Um recente estudo desenvolvido por investigadores da Universidade do Illinois concluiu que os participantes que reprimem as suas emoções ou evitam expressá-las apresentam uma ainda maior ansiedade social. Outros estudos tinham já vindo a associar o ato de reprimir emoções a um incremento do risco de doenças cardiovasculares ou hipertensão.

[Leia também: 6 técnicas para ajudar a regular as suas emoções, defendidas por especialistas]

Muitas pessoas têm dificuldade a processar e a expressar as suas emoções de uma forma positiva, tal com o explica o portal Psychology Today. No entanto, existem inúmeras diferentes formas de conseguir “veicular” as nossas emoções de uma forma eficaz.

Eis algumas das principais sugestões que podem ajudar.

 

  1. Escrever um diário

Basicamente a ideia será que consiga escrever os seus pensamentos e sentimentos numa folha de papel. Isto irá a ajudar a que os perceba melhor e poderá contribuir para que se sinta melhor, mais calmo. Esta é uma forma privada de expressar emoções.

É particularmente importante que na sua escrita seja capaz de assinalar os momento ou fatores que mais estão a contribuir para os seus estados de ansiedade. Apenas assim será depois capaz de os ultrapassar ou corrigir.

Não existe propriamente uma forma errada de iniciar um diário ou journal. Acima de tudo deverá procurar escrever algo todos os dias. Independentemente do que seja ou do número de palavras. Escreva aquilo que lhe pareça correto, não se preocupe com erros gramaticais ou com o que os outros possam pensar. Tenha sempre uma caneta e bloco de papel perto de si.

 

  1. Pratique a gratidão

Sentirmo-nos mais gratos ajuda a reduzir a nossa ansiedade e a minimizar o impacto negativo de certas doenças. Tal como confirmou um estudo publicado em 2015, uma maior gratidão está associada a uma melhor disposição emocional, a um melhor sono, a uma menor fatiga e a níveis mais reduzidos de inflamação.

Existem algumas formas simples de conseguir fortalecer este aspeto da sua vida. Procure escrever todos os dias três coisas pelas quais se sente grato. Defina um tempo exato do seu dia para pensar em tudo aquilo que mais aprecia na sua vida.

De resto, deve procurar também expressar aos outros este seu sentimento de gratidão. Diga abertamente a um amigo ou a um familiar o quão importantes eles são para a sua vida, o quão agradecido está pelo seu apoio incondicional.

 

  1. Falar com outra pessoa

Independentemente de falar com um amigo, familiar ou terapeuta, a verdade é que é imprescindível que seja capaz de discutir os seus sentimentos com outra pessoa. Isto é algo que irá conseguir oferecer uma nova perspetiva e um importante distanciamento. Quando passamos por algo mais negativo, o simples ato de falar com alguém sobre isso permite-nos sentir melhor, mais aliviados. Permite-nos ganhar uma maior calma e uma maior capacidade de processamento.

A conversa ajuda-nos também a identificar certas emoções ou explicações. Muitas vezes pode ser difícil perceber exatamente porque nos estamos a sentir mais tristes ou frustrado. Conversar sobre essa situação com outra pessoa ajuda-nos a compreender melhor o problema e a encontrar possíveis causas ou soluções.

 

 





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...