Intolerância ao glúten? Eis 6 cereais integrais alternativos que deve experimentar

O glúten é um tipo de proteína existente na maior parte dos cereais, em particular no trigo e centeio. É o agente que faz com que o pão se torne elástico, influenciando tanto a sua textura como forma. Quando se adicione o fermento, o glúten é capaz de gerar “bolhas” de dióxido de carbono que fazem com que o pão aumente o seu tamanho.

Infelizmente existe um conjunto alargado de pessoas que demonstra ter uma maior sensibilidade a este tipo de proteína, que pode ser igualmente encontrada em sopas, queijos, molhos, etc. Ao ingerir produtos com glúten certos indivíduos desenvolvem uma resposta imune automática que causa danos no interior dos intestinos. Isto pode dar origem a um enorme desconforto abdominal, problemas intestinais e até a dores de cabeça.

[Leia também: 3 alimentos ideais (e poderosos) para proteger o seu cérebro]

Nestes casos, é fundamental que as pessoas sejam capazes de encontrar cereais e produtos alimentares alternativos que sejam “glúten-free”. Esta pode ser uma missão difícil. Apesar de ser verdade que a oferta deste tipo de produtos tem crescido nos últimos anos, continua a não ser fácil encontrar alguns alimentos menos conhecidos que podem ser extremamente úteis para assegurar uma boa e saudável dieta alimentar.

Eis alguns exemplos de cereais mais e menos conhecidos que devem fazer parte do seu menu e que não contém qualquer glúten.

 

  1. Arroz

Este ingrediente é a base fundamental de inúmeros pratos gastronômicos internacionais, desde o rissoto italiano até ao arroz frito chinês. O arroz mais escuro e integral é sem dúvida a opção mais saudável, na medida em que mantém o revestimento saudável do grão, rico em fibra, vitaminas e minerais. Todas as variantes do arroz são naturalmente glúten-free.

 

  1. Polenta

A polenta é o resultado do milho seco e triturado, podendo ser servida de diferentes formas. Este é um ingrediente fantástico para substituir massas e esparguete nas suas refeições. Não contém qualquer glúten e possui um ótimo sabor.

 

  1. Quinoa

A sementes da flor de quinoa são uma excelente fonte glúten-free de fibra, vitamina B e proteína. Este cereal contém ainda inúmeros minerais, como o ferro, o magnésio e o zinco, capazes de proteger o seu organismo. Pode ser preparado da mesma forma que o arroz.

 

  1. Aveia

Por vezes pode não ser fácil diferenciar um campo de trigo de um campo de aveia, no entanto estes dois cereais são bem diferentes e não oferecem o mesmo tipo de propriedades nutricionais. Apesar de ser naturalmente glúten-free, a aveia acaba muitas vezes por ser processada no mesmo tipo de equipamentos que o trigo e o centeio. Invariavelmente isto assegura que este cereal se contamina com o glúten alheio. Esteja atento às embalagens e procure perceber qual o tipo de equipamento e processamento utilizado.

 

  1. Milhete

Este é um cereal menos conhecido dos portugueses, mas que, no entanto, tem uma vasta história. Há centenas de anos que é consumido devido aos seus altos níveis de proteína, vitamina B e minerais. Tem um sabor delicado e algo doce. A sua textura suave quando cozinhado é perfeita para bolos ou panquecas.

 

  1. Teff

Este é um cereal originário de África que pode ser cozinhado e preparado de inúmeras formas. Chega até a ser utilizado na produção de certas bebidas alcoólicas. É uma fonte rica em fibra, proteínas e minerais.

 

 

 

[Leia também: Toda a verdade sobre a Quinoa. Conheça os seus benefícios e propriedades únicas]

 

 



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...