Vida sexual: estudo revela que idade mental é mais importante que a física

Um estudo da Universidade de Waterloo e publicado no jornal Sex Research concluiu que o desempenho e a satisfação sexual são influenciados por uma “atitude jovem” perante a vida, além da idade real dos indivíduos.

Os cientistas estudaram as atitudes e posturas de 1.170 pessoas com idades compreendidas entre os 40 e os 70 anos, e concluíram que quanto mais as pessoas se identificam com a idade que realmente têm, menos prazer sentem na intimidade. Por outro lado, os indivíduos que se sentem mais jovens demonstraram ser, em média, mais realizados na sua vida sexual.

O estudo incluiu participantes do Reino Unido e dos Estados Unidos com diferentes orientações sexuais e consistiu em duas entrevistas separadas por 10 anos. Em média, os indivíduos afirmaram praticar sexo 2,5 vezes por semana durante os seis meses anteriores ao estudo, na primeira entrevista. Dez anos depois este valor caiu para 1,8. Problemas de saúde e idade foram os motivos mais citados.

O mais surpreendente é que mesmo os indivíduos com problemas de saúde, mas com uma atitude jovial, afirmaram maior líbido e satifação sexual.

 



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...