Estes são os 5 fatores mais determinantes para reduzir o risco de AVC

Um Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece sempre que os vasos que levam sangue ao cérebro se entopem ou rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. É uma doença que atinge mais os homens e é uma das principais causas de morte, incapacitação e internações em todo o mundo.

Estes tipos de derrames cerebrais podem ser devastadores para a vítima, que em muitos casos perde algumas das suas capacidades físicas e mentais.

Quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento do AVC, maiores serão as chances de recuperação completa. Desta forma, torna-se primordial manter-se atento aos sinais e sintomas. Deve ainda ser capaz de seguir uma alimentação e estilo de vida mais saudável que permita diminuir o risco de sofrer um AVC.

Eis alguns dos fatores mais importantes que deve considerar.

 

  1. Baixa pressão arterial

Este é porventura o fator mais determinante para ajudar a evitar este problema no futuro. A hipertensão é considerada um dos fatores mais perigosos no que diz respeito aos AVC. Todavia este é uma situação clínica que nem sempre apresenta sintomas, pelo que deve fazer testes regulares à sua pressão arterial de forma a garantir que se encontra saudável. A alimentação e uma medicação auxiliares podem ajudar a controlar estes níveis. Consulte o seu médico.

 

  1. Peso corporal saudável e exercício físico

A obesidade é outro dos principais fatores de risco. Estudos comprovam que uma simples diferença de 5 quilos pode contribuir para um maior risco de AVC. Deve assim evitar um consumo diário de calorias exagerado, seguir uma alimentação equilibrada e cumprir um exercício físico regular.

A atividade física é determinante para reduzir o risco de AVC. Procure garantir que faz todos os dias um exercício de intensidade moderada. Vá dar um passeio, suba as escadas, estacione mais longe. Tudo isso irá permitir que se mantenha mais ativo.

 

  1. Beber com moderação

Ingerir um pouco de álcool pode até favorecer a redução do risco de AVC. Todavia um consumo exagerado desta substância irá rapidamente transformar-se num fator de risco. No máximo deve beber um copo de vinho por dia.

 

  1. Não fume

O hábito de fumar tabaco contribui para aumentar a espessura do sangue e para o aumentar da placa nas artérias. Estas são duas situações que podem contribuir para a aparecimento de um AVC. Deixar de fumar é, sem dúvida, uma das melhores coisas que pode fazer para proteger a sua saúde.

 

  1. Evite a solidão

A depressão é agora também considerada um fator de risco para o AVC. Isto porque pode identificar um caso de forte solidão, maior sedentarismo e isolamento social. Quem vive sozinho – e tem um fraco contacto social – apresenta um risco maior de poder vir a sofrer um derrame.

 

 

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...