Estes comportamentos online (comuns) estão a deixá-lo vulnerável a esquemas fraudulentos

Já clicou num banner que o anunciava como vencedor de um prémio? Alguma vez já recebeu um email a avisar que têm um qualquer importante pagamento em falta ou a anunciar que você vai, por exemplo, herdar uma avultada quantidade de dinheiro? O mais provável é que, tal como milhões de outras pessoas, você já tenha sido alvo de um esquema fraudulento online.

Este é um tipo de crime que tem crescido exponencialmente nas últimas décadas. De acordo com a Federal Trade Comission (FTC), cerca de 1.7 milhões de fraudes foram reportadas nos EUA, em 2019. Cerca de 1.9 mil milhões de dólares perdidos ou roubados devido a esquemas fraudulentos online.

A cada ano que passa estes criminosos parecem tornar-se cada vez mais sofisticados, capazes de criar novos e mais eficazes esquemas com intuito de roubar a identidade ou o dinheiro de milhões de pessoas.

[Leia também: Estas são as invenções que mudaram as nossas vidas na última década]

É absolutamente essencial que procure fazer o máximo possível para se manter protegido nos seus acessos online. Infelizmente existem diversas coisas que nos podem deixar vulneráveis a este tipo de criminosos. Conheça aqui algumas das coisas que deve parar de fazer, caso pretenda garantir a sua segurança (e a dos outros).

 

  1. Não atualizar o software do seu computador

Sim pode ser incrivelmente chato estar sempre a receber avisos do seu computador a informar que já está disponível uma determinada atualização. Muitas vezes ignoramos estas informações, no entanto este comportamento pode estar a deixar-nos verdadeiramente desprotegidos.

Os ciber-criminosos estão sempre a tentar encontrar formas de infiltrar os protocolos de segurança dos nossos dispositivos. É por isto que é tão importante atualizar os seus softwares para as últimas versões, pois assim irá garantir que um hacker não consegue explorar uma qualquer antiga falha. Ao atualizar está a criar um novo e maior desafio, um maior obstáculo.

  1. Usar a mesma password em todos os sites

Um hacker não irá tentar “adivinhar” a password do seu computador durante horas e horas. Em alternativa eles tentarão aceder aos sistemas de segurança de sites de grandes bancos ou superfícies comerciais, procurando desta forma recolher milhares de dados dos clientes.

Ao conseguirem obter uma password de um cliente irão tentar aplicá-la em outros sites em que a pessoa esteja presente. Assim é muito importante que diversifique estas “chaves” e não use uma igual em todas as suas contas. Crie passwords compridas e complexas que incluam diferentes tipos de caracteres.

  1. Abrir emails suspeitos

Umas das práticas mais frequente de fraudes online é o phishing. Aqui tipicamente o objetivo é conseguir obter os dados e informações pessoais de outras pessoas. Para tal muitas vezes são enviados emails que pedem que clique num determinado link ou que preencha um determinado campo de informação.

Ao longo dos tempos os ciber-criminosos foram melhorando as suas habilidades, conseguindo agora criar emails que parecem muito profissionais e verdadeiros. Deve ter redobrada atenção e nunca clicar em coisas que pareçam minimamente suspeitas. Confirme os endereços de email e se possível ligue para o serviço a cliente da empresa a confirmar o pedido presente num email.

  1. Responder a quizzes online

Os questionários engraçados disponíveis e partilhado no Facebook podem parecer muito divertidos, no entanto são um verdadeiro risco para a sua segurança. Descobrir qual a sua fruta ou filme favorito (baseado no seu nome) pode parecer algo inocente, mas é o tipo de recolha de informação que pode ser útil para um hacker criar perfis falsos ou utilizar o seu nome para fins criminosos.

  1. Aceitar pedidos de amizade de estranhos nas redes sociais

Se não conhece a pessoa que lhe está a enviar um pedido de amizade no Facebook então por favor não o aceite. A verdade é que este é um dos esquemas mais populares. Um hacker cria um perfil online falso (normalmente utilizando fotografias de uma rapariga com boa aparência) e começa a tentar enganar outras pessoas. Criando relações amorosas ou de amizades que acabam com pedidos de envio de dinheiro ou dados pessoais.

Como regra geral, deve sempre evitar ter conversações com pessoas que não conhece online. Nunca se sabe verdadeiramente quem está “do outro lado”.

 

[Leia também: Do phishing até aos perfis falsos. Conheça todos os truques dos hackers]



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...