Dinheiro. 3 livros essenciais para perceber mais sobre o tema

O dinheiro é, simplesmente, uma forma de troca. Sem dúvida que o é desde a sua génese: trocarmos o nosso trabalho por uma compensação (o salário), que é usado para trocar pelos produtos e serviços que pretendemos adquirir. A verdade é que, atualmente, de uma forma simplificada, podemos trocar o dinheiro por mais dinheiro (tal como fazem os bancos).

Então, sabendo desse facto, podemos colocar a seguinte questão: Porque não fazemos isso de uma forma mais frequente? Lá no fundo, sabemos mesmo como o fazer? Para muitas pessoas ganhar mais dinheiro passa apenas por ter um salário maior, mas será esta a única opção? Talvez seja para alguns, mas a realidade é que existe uma alternativa: investir.

Acredito que a verdadeira questão é onde estamos a falhar, ou melhor, o que não estamos a perceber. Então, que tal olharmos para os exemplos que temos na história e na sociedade, de quem conseguiu ganhar este “jogo do dinheiro” e entendeu este instrumento de troca tão importante. Aprender com quem teve sucesso é fundamental para conhecermos um caminho que ainda não encontramos ou que, lá no meio, ficamos perdidos.

Ter a perceção de que sabemos gerir o dinheiro que temos é fulcral para a nossa felicidade. A educação financeira é tão importante nas nossas vidas como cuidar da nossa saúde. Neste caso, o tratamento passa por muita prática, suportada por uma aprendizagem constante. Assim, se pudesse deixar aos leitores a indicação de 3 livros para perceberem mais sobre as suas finanças pessoais, os seus comportamentos económicos e, claro, como funciona o mundo do dinheiro, as minhas sugestões seriam três livros totalmente diferentes, mas bastante complementares entre si.

1. A sabedoria dos antigos.

A  recomendação inicial tem a chancela do tempo, sendo assim testada pela sua sabedoria ao longo de várias gerações. Com um nome de uma importante cidade na antiguidade, temos como primeira sugestão: “O Homem Mais Rico da Babilónia”, escrito por George Samuel Clason. Este livro permite entender, através de uma colectânea de parábolas, o verdadeiro significado e a importância do pagar-se a si próprio primeiro, entre outras verdadeiras lições de finanças pessoais.

2. As crenças que nos limitam.

Como segunda obra, nesta ordem de conhecimento, vai encontrar a sugestão do famoso best-seller, “Os Segredos da Mente Milionária”, no qual o americano T. Harv Eker, pretende mudar-lhe os conceitos que tem sobre o dinheiro. Com os novos e peculiares hábitos que lhe quer transmitir, irá de certeza mostrar-lhe um mundo diferente que lhe deixará a mente bem remodelada.

3. As competências necessárias.

Por fim, aquele livro que indico sempre a todos que me fazem questões como: “Qual é o melhor livro para saber mais acerca do funcionamento da bolsa?” ou “Como podemos aprender a investir nos mercados financeiros?”, a minha resposta passa por um livro recheado de humor ” A Bolsa para Iniciados” de Fernando Braga de Matos. Aqui conseguimos compreender as principais noções de investimento, adequado à realidade portuguesa, e quais as estratégias necessárias para pôr o nosso dinheiro a render e a trabalhar para nós.

Algo que certamente podemos concluir, tal como dizia Sir Francis Bacon no século XVII, é que o dinheiro é um ótimo criado, mas um mau senhor.

 

 

Por Ariana Nunes
(Criadora do Canal Renda Maior no YouTube)
Site: https://www.youtube.com/rendamaior

 

 



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...