Conheça os 6 nutrientes mais determinantes para o seu estado de saúde

Todos desejamos cuidar melhor da nossa saúde. Temos o objetivo de conseguir seguir um regime alimentar que cuide eficazmente do nosso corpo e proteja as nossas funções vitais.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirma que os nutrientes essenciais desempenham um papel fulcral na nossa capacidade reprodutiva, na nossa saúde e no nosso crescimento. Estes dividem-se em duas categorias: micronutrientes e macronutrientes.

Os micronutrientes são o tipo de nutrientes que as pessoas necessitam em doses menores. Consistem em vitaminas e minerais que devem ser ingeridos em doses menores, mas que são essenciais para o nosso bem-estar.

[Leia também: Podem os micronutrientes ser a “chave” para a redução da ameaça da covid-19?]

Os macronutrientes são o tipo de nutrientes que necessitamos em doses maiores. Água, proteína, carbo-hidratos e gorduras, são alguns desses exemplos.

Conheça agora um pouco melhor cada um destes 6 nutrientes essenciais e perceba toda a sua importância.

 

  1. Proteína

A proteína é essencial para o estado geral da nossa saúde. Todas as nossas células, os nossos ossos e cabelos contém proteína. Esta é usada sobretudo para auxiliar o crescimento e a correta manutenção do nosso corpo. Estima-se que a proteína seja responsável por cerca de 16% do peso corporal médio de um indivíduo.

As proteínas são compostas por diferentes aminoácidos que o corpo pode produzir, mas que são sobretudo encontrados em diversos alimentos. É necessária uma grande variedade de aminoácidos para assegurar que o nosso organismo funciona adequadamente.

A carne, o peixe e os ovos são tudo boas fontes de proteína. No entanto é igualmente possível encontrar este nutriente em feijões, soja, frutos secos.

 

  1. Carbo-hidratos

Apesar de ser absolutamente necessários para o nosso corpo os carbo-hidratos têm uma má reputação. Muitas são as dietas que nos pedem para os eliminarmos totalmente das nossas refeições. A verdade é que estes nutrientes são determinantes para o nosso funcionamento cognitivo e para nos proteger contra um conjunto alargado de doenças.

Os carbo-hidratos devem representar entre 45 a 65% de toda a sua dose diária de calorias. É fundamental, no entanto, que escolha os carbo-hidratos “certos”. Cereais integrais, feijões, frutas e legumes, devem ser as principais opções.

 

  1. Gorduras

A verdade é que as gorduras saudáveis são determinantes para o nosso organismo. Favorecem, entre muitas outras coisas, uma melhor absorção das vitaminas e minerais. Ajudam igualmente no processo de regeneração celular e no movimento dos músculos. As gorduras contêm muitas calorias, mas estas são importantes para restabelecer a energia do seu corpo.

Incluir um conjunto de gorduras saudáveis – tais como omega-3 e omega-6 – na sua dieta pode assegurar um melhor equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue, diminuir o risco de doença cardíaca, diabetes e estimular a atividade cerebral. Estas possuem igualmente uma função anti-inflamatória capaz de reduzir o seu risco de artrite, cancro ou Alzheimer.

As nozes, as sementes, o peixe e os óleos vegetais são tudo bons exemplos de fontes de gorduras saudáveis.

 

  1. Vitaminas

As vitaminas são importantes para nos mantermos saudáveis e para evitarmos doenças. O nosso organismo necessita destes micronutrientes para auxiliar as suas funções. Cada uma das 13 vitaminas essenciais desempenha um papel importante.

As vitaminas são fundamentais para a nossa saúde ocular, para a nossa pele e para os nossos ossos. Têm uma função antioxidante e permitem reduzir o risco de inúmeras doenças.

Um regime alimentar equilibrado – composto por legumes e frutas – irá assegurar doses suficientes de vitaminas, pelo que não se torna necessário usar suplementos.

 

  1. Minerais

Tal como as vitaminas, os minerais apoiam igualmente muitas das funções do nosso organismo. São essenciais para garantir ossos fortes e dentes saudáveis, para regular o metabolismo e para cuidar da nossa hidratação. Os minerais mais comuns são: o cálcio, o ferro e o zinco.

Para além de fortalecer os ossos, o cálcio apoia as transmissões do nosso sistema nervos, favorece uma melhor circulação sanguínea e atividade muscular. O ferro apoia o funcionamento dos nossos glóbulos vermelhos e a criação hormonal. O zinco fortalece o nosso sistema imunitário.

 

  1. Água

É certo que podemos passar semanas sem comer nada, mas dificilmente irá sobreviver mais do que alguns dias sem ingerir água. Este líquido é absolutamente crucial para todos os sistemas do nosso organismo. De resto, cerca de 62% do nosso peso corporal é água.

A água melhora a nossa atividade cerebral e disposição emocional. Ajuda igualmente a eliminar as toxinas do corpo e a distribuir os restantes nutrientes para as células. Hidrata o corpo e previne a constipação intestinal.

As frutas e os vegetais são excelentes fontes de água. No entanto não se deve nunca esquecer de beber pelo menos 3 ou 4 copos de água por dia.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...