Combater a inflamação? Estas são as ervas e especiarias que podem ajudar

A inflamação é a forma como o nosso organismo recupera e combate infeções. No entanto, pode acontecer que estas inflamações durem demasiado tempo acabando por se tornar numa recorrência crónica. Este tipo de casos pode aumentar o risco de inúmeras doenças, como o cancro ou diabetes.

A nossa alimentação desempenha um papel fulcral ao longo de todo este processo. Os alimentos que escolhemos consumir podem contribuir para agravar inflamações ou promover a sua redução. Torna-se assim fundamental compreender que tipo de alimentos devemos privilegiar.

Eis 6 exemplos de ervas e especiarias que, segundo estudos científicos, demonstraram ser capazes de combater as inflamações.

 

  1. Gengibre

Esta é uma especiaria algo picante e doce que pode ser consumida de inúmeras diferentes formas. Ao longo dos séculos tem sido usada para combater estados gripais, náuseas, artrites e elevadas pressões arteriais. Uma análise de mais de 16 estudos sobre o impacto do gengibre na saúde permitiu concluir que um consumo diário desta especiaria esta associado a uma redução significativa dos marcadores de inflamação no corpo. Este é um ingrediente extremamente versátil que pode ser incluído em inúmeras refeições e receitas.

 

  1. Alho

Esta é um dos ingredientes mais usados para fortalecer o sabor e o cheiro dos nossos pratos culinários. É também usado historicamente no contexto médico para tratar alguns problemas de saúde, como constipações e infeções. A investigação científica comprova que a toma de suplementos de alho pode reduzir significativamente os níveis de pressão arterial associados aos marcadores inflamatórios.

 

  1. Curcuma

A curcuma é um tipo de especiaria muito popular na cozinha indiana. É utilizado há milhares de anos, estando repleto de inúmeros poderosos compostos ativos. O principal é a curcumina, conhecido pelas suas propriedades anti-inflamatórias. Diversos estudos têm comprovado a forma como o consumo deste tipo de especiaria está fortemente associado a casos de redução inflamatória. É recomendado que opte pela toma de suplementos de curcumina para maximizar a sua absorção.

 

  1. Cardamomo

O cardamomo é uma especiaria nativa do sudeste asiático, conhecido pelo seu complexo sabor picante e doce. Os estudos têm apontado para a forma como os suplementos deste tipo de ingrediente parecem aumentar os efeitos antioxidantes e reduzir os marcadores inflamatórios. O seu sabor rico funciona como um perfeito acrescento ao caril ou a certos tipos de guisados.

 

  1. Ginseng

Há milhares de anos que esta planta é usada na Ásia para efeitos medicinais. Existem dois tipos principais de ginseng: o asiático (mais revigorante) e o americano (mais relaxantes). As propriedades anti-inflamatórias desta planta são bastante conhecidas. As suas raízes podem ser utilizadas enquanto chá. De resto podem também ser tomados suplementos desta planta.

 

  1. Chá Verde

Esta é uma erva bastante popular repleta de polifenóis. Estes compostos auxiliam a atividade do nosso cérebro e coração, favorecendo ainda a redução de peso e diminuição de inflamação. Diversos estuos têm comprovado a sua utilidade sobretudo na redução de inflamações associadas a doenças do intestino. As folhas desta planta são bastante acessíveis e comuns, conhecidas por produzir um delicioso chá.

 

 

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...