Afinal, o que acontece ao nosso corpo quando fazemos jejum?

Muitas pessoas apresentam reais dificuldades em perder peso. Existem inúmeros fatores que contribuem para este problema, sejam os maus hábitos alimentares ou a falta de exercício físico. Sendo certo que existem inúmeras dietas que prometem fazer milagres, a verdade é que as pessoas têm dificuldade em cumprir um regime rígido.

O jejum intermitente tem ganho popularidade nos últimos tempos como uma forma alternativa de estimular a perda de peso. É porventura mais fácil de seguir e os seus resultados são bastante bons. O conceito deste plano passa por intervalar períodos de jejum com período em que se come normalmente (sem grandes restrições). A ideia é que consiga limitar o seu consumo de calorias apenas durante um período bem definido.

[Leia também: 5 passos simples para conquistar um estilo de vida mais saudável]

Mas afinal porque é que este regime funciona? Perceba aqui os principais benefícios do jejum intermitente e compreenda quais os efeitos no seu organismo.

 

  1. Maior queima de calorias

Quando fazemos um jejum o nosso corpo vai buscar energias às gorduras. Isto ajuda a diminuir os níveis de insulina. Após um certo número de horas sem comer o corpo passar de usar as reservas de açúcar para “atacar” as gorduras. O jejum intermitente é eficaz porque prolonga estes períodos.

 

  1. O metabolismo acelera

O nosso metabolismo é o processo que converte tudo aquilo que comemos e bebemos em energia. Basicamente é o ritmo a que o corpo consegue queimar calorias. Existem pessoas que apresentam um metabolismo naturalmente mais ou menos acelerado. Através de um regime de jejum intermitente as pessoas conseguem acelerar “artificialmente” os seus metabolismos, contribuindo para uma mais rápida perda de peso.

 

  1. Consome menos calorias

Ao longo do regime de jejum intermitente a ideia não é comer de forma disparatada e exagerada sempre que está no período de alimentação. Este plano apenas funciona se mantiver (ou até reduzir) o número de calorias que normalmente consome. Procure consumir doses normais, sem exageros. Sempre que possível privilegie alimentos saudáveis e não se esqueça de beber muitos líquidos.

 

  1. O sistema digestivo pode parar um pouco

Habitualmente o processo de digestão é longo e exaustivo. Não é assim por acaso que muitas pessoas apresentam problemas digestivos ou mal-estar após as refeições. Uma boa forma de aliviar alguns destes sintomas é respeitar alguns períodos de jejum que possam reduzir o ritmo do seu sistema digestivo. Este tipo de “descanso” irá permitir fortalecer o seu sistema imunitário e melhor processar as células de gorduras.

 

  1. A mente torna-se mais focada

Durante um período de jejum, o nosso organismo transita facilmente entre o processar de carboidratos para o processar de gorduras. Criando um equilíbrio mais saudável que favorece níveis mais reduzidos de insulina, garantindo desta forma uma maior claridade mental. Muitas das pessoas que seguem este plano afirma sentir uma maior concentração e capacidade cognitiva.

 

 





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...