Cinco hábitos que podem estar a aumentar o seu risco de diabetes

Existem inúmeros fatores que podem contribuir para o aparecimento da diabetes. Esta é uma doença comum que afeta tanto homens como mulheres. Um historial familiar com casos é considerado um dos principais fatores de risco. Todavia as nossas decisões e o nosso estilo de vida desempenham igualmente um importante papel.

Certos comportamentos, hábitos e rotinas podem estar a contribuir negativamente para o seu estado de saúde. Apesar de muitos destes exemplos serem considerados inofensivos numa primeira análise, a verdade é que podem incrementar o risco da diabetes.

[Leia também: Tem diabetes? Saiba como reduzir os danos provocados pela doença]

Eis os principais hábitos que deve (mesmo) corrigir.

 

  1. “Saltar” o pequeno-almoço

Pode parecer uma decisão completamente irrelevante, no entanto existem diversos estudos que comprovam que saltar estas refeições pode ter um forte impacto nas nossas escolhas alimentares durante o resto do dia, contribuindo para o aumento do risco de diabetes. A verdade é que quem não come nada ao pequeno-almoço tem tendência para comer mais coisas – e com menor valor nutricional – ao longo do dia. Neste sentido deverá sempre assegurar, por mais insignificante que seja, que come algo nas primeiras horas da manhã.

 

  1. Sentar durante mais de 30 minutos seguidos

É conhecido o impacto positivo que uma prática regular de exercício físico pode ter para a nossa saúde e, em particular, para a diminuição do risco de diabetes. Isto acontece porque uma simples caminhada diária ou exercício aeróbico de 30 minutos é capaz de permitir manter o nosso peso corporal sob controlo, melhorando a sensibilidade do organismo à insulina.

Por outro lado, escolher ficar sentado durante períodos prolongados de tempo pode ter o efeito contrário, contribuindo ativamente para o aumento do risco de diabetes, doenças cardíacas e cancro. Neste sentido, deve sempre procurar movimentar-se um pouco a cada 30 minutos. Levante-se, dê uma volta ou faça alguns alongamentos. É bastante simples cuidar da nossa saúde.

 

  1. Não dormir horas suficientes

Não são propriamente as ocasionais noites de insônia que mais contribuem para esta situação. É a constante e prolongada falta de capacidade de assegurar uma noite de sono de qualidade que pode gerar os efeitos mais negativos. Esta falta de descanso pode desregular os níveis hormonais, contribuindo para uma exagerada libertação de hormonas de stress, como o cortisol, que incrementam os níveis de açúcar no sangue. Como o tempo, isto é capaz de aumentar ativamente o risco de aparecimento da diabetes.

 

  1. Fumar

Os fumadores têm uma probabilidade 30-40% superior de desenvolver diabetes do que os não-fumadores. Esta é apenas mais uma boa razão para escolher deixar de fumar. Diversos estudo tem ao longo dos anos apontado o tabagismo como um dos principais fatores de risco. Se estiver com dificuldades em abandonar este hábito, consulte o seu médico e procure aconselhamento profissional.

 

  1. Alimentos processados

Os alimentos altamente processados têm sido continuadamente associados a diversos problemas de saúde. As comidas de micro-ondas, as pizzas congeladas e muitos produtos de carne têm provado ser capazes de aumentar o risco de cancro, depressão e doença cardiovascular. Mais recentemente os especialistas apontam também a diabetes como outro dos problemas médicos associados.

Parte da razão é explicada pelo ganho de peso associado a este tipo de alimentação. Estudos confirmam que quem come alimentos processados de forma regular tende a ingerir números bastante mais elevados de calorias, favorecendo casos de obesidade e de maior sedentarismo – ambos considerados fatores de alto risco para a diabetes.

 

 



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...