4 dicas úteis (e simples) que prometem melhorar o seu currículo

Atualmente é mais importante do que nunca garantir que têm um bom CV. A verdade é que a concorrência é cada vez maior e mais qualificada, pelo que se torna indispensável conseguir construir um documento que apresenta as suas mais-valias da melhor forma.

Não se trata já de uma simples listagem das credenciais académicas ou experiência profissional. É necessário que encontre outras formas de se diferenciar. Deve considerar este documento como uma primeira introdução à sua pessoa e nesse sentido é recomendado que seja capaz de expressar um pouco mais a sua personalidade e os seus interesses.

[Leia também: Quer mudar de emprego? Siga estas 6 dicas (preciosas) nas redes sociais]

Para ajudar na construção de um currículo perfeito, o portal EF recolheu recentemente um conjunto de dicas que todos devem seguir. Conheça aqui as principais conclusões.

 

  1. Fortaleça os seus soft skills

Da mesma forma que comunica as suas capacidades relacionadas com o uso de certos softwares, deve também ser capaz de evidenciar as suas capacidades comunicacionais e sociais. Gosta de fazer apresentações? Não tem receio de partilhar as suas ideias numa reunião? Têm experiência a resolver problema em grupo? Este são o tipo de qualidades que deve destacar, pois vão permitir que o recrutador perceba de que forma o seu perfil se ajusta à equipa existente.

 

  1. Aprender um novo idioma

Dominar uma segunda ou terceira língua estrangeira pode ser um fator verdadeiramente diferenciador. Muitos são os cargos que procuram ou valorizam este tipo de skills em particular. De resto, as pessoas que são bilíngues demonstram normalmente uma maior capacidade criativa para resolver problemas. Dedicar algum do seu tempo a aprender um novo idioma pode revelar-se assim um excelente investimento futuro.

 

  1. Não se esqueça dos seus hobbies

Alguns dos seus skills e interesses podem não parecer muito relevantes, todavia deve dedicar um pequeno espaço no seu CV para evidenciar algumas destas questões. Este espaço deverá aparecer no final e a sua função é conseguir dar a conhecer ao recrutador um pouco mais da sua personalidade. Se fã de corrida ou jogging, ter um certificado em mergulho, fazer voluntariado, etc. Tudo isto são coisas que podem fazer a diferença. O fundamental é que seja honesto e transparente.

 

  1. Personalize o CV para cada um dos empregadores

Assim que encontrar uma oferta de emprego que se ajusta aos seus interesses e necessidades, então volte a analisar o seu currículo e procure melhorar o mesmo. Tente ajustar alguns elementos de acordo com o perfil da empresa e com alguns dos “pontos-chave” descritos na oferta de emprego.

 

  1. No final reveja tudo (e peça ajuda)!

Quando terminar de construir o seu CV partilhe o mesmo primeiro com um familiar, amigo ou colega. Eles irão ajudar a identificar erros gramaticais e a sinalizar alguns aspetos que deverá modificar/reforçar. Uma visão e perspetiva “externa” pode contribuir para a construção de um documento mais completo

 

 

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...